domingo, 17 de junho de 2018

10k da Corrida da Nazaré 2018

NAZARÉ - UM CONCELHO COM VIDA


A praia da Nazaré, de clima ameno e com uma beleza natural. O longo areal em forma de meia-lua, é conhecido pela sua grandeza e pelos toldos de cores vivas que decoram a praia de areia branca em contraste com o azul da água. 

Virados para o mar, do lado direito, vemos um impressionante promontório. Trata-se do Sítio, onde temos uma das mais conhecidas panorâmicas da costa portuguesa. 

A partir do Sítio e com tempo para uma caminhada, atravessando o Parque da Pedralva, chega-se à Pederneira, um miradouro natural com uma vista imperdível sobre a costa da Nazaré. 

Atualmente, a grande atração desta vila são as ondas e o surf, graças ao “Canhão da Nazaré”, um fenómeno geomorfológico submarino que permite a formação de ondas gigantes e perfeitas. 

O surfista havaiano Garrett McNamara deu-lhe a visibilidade mundial quando, em 2011, fez a maior onda do mundo em fundo de areia, com cerca de 30 metros, na Praia do Norte. 


À sua semelhança, surfistas de todo o mundo visitam a Nazaré todos os anos para se aventurarem no mar. Na praia, os banhos de sol também são apreciados e uma excelente plateia para apreciar as proezas destes jovens. 

Para conhecer a Nazaré não se dispensa um passeio descontraído pelas ruas estreitas, perpendiculares à praia, e uma pausa num dos restaurantes para saborear um prato de marisco fresco, peixe grelhado ou uma petitosa caldeirada. 

E ao cair da tarde, nada como apreciar o sol poente numa qualquer esplanada com vista para o mar, enquanto as luzes se acendem e anoitece.
Foi na terra das grandes ondas, na Nazaré. Foram os 10k, com o amigo Vivaldo Tanganho.


Com duas passagens pela marginal sul, uma pela marginal norte e Praça Sousa Oliveira e, sobretudo, pelo percurso dentro do porto de abrigo onde poderá disfrutar da sua beleza, da sua tranquilidade e da visão das suas mais diversas embarcações, os atletas não podem faltar a esta corrida que vai na 4ª edição e pretende tornar-se uma referência nas provas de 10 Kms. em Portugal. 


Mesmo com muito vento, para a história fica a marca 49´21´´, ficando no lugar 261 em 485 classificados.


clicando no link dá acesso a toda a classificação

clicando no link dá acesso a toda a prova


Sejam felizes a correr!

A VIDA PASSA A CORRER!!! 

domingo, 10 de junho de 2018

1ª Carrera Popular Contra el Acoso Escolar (Bulling Escolar)

No Dia de Portugal realizamos mais uma prova de estrada. Fomos ao País vizinho, nomeadamente a Badajoz, realizar uma prova de 7k com carácter de solidariedade.


O evento teve a organização da Cruz Vermelha com o trajecto da prova a ser todo ele no Parque da margem direita do Guadiana.


A prova teve como objectivos primordiais, a consciencialização da população para a problemática do Bulling em ambiente escolar; promover o atletismo e as caminhadas entre os cidadãos em idade escolar; captar fundos para financiar projectos e ligar a imagem das empresas colaboradoras aos valores positivos e responsabilidade social colaborativa.

Mais uma vez tive a companhia do Abel Flores e do Vivaldo Tanganho, colegas de alfalto.

Foi a 4.ª prova em fds consecutivos, após os 10k de Vendas Novas, Coruche e 5k de Talavera.
Sinto-me muito bem e com uma constante evolução.

Para esta prova tinha como objectivo fazer uma marca inferior a 35´e consegui.
Obtive a marca de 34´48" a uma média de 4´49".
Já consigo correr abaixo dos 5´com alguma consistência. 

Estou muito contente.


Aqui os meus amigos no pódio do seu escalão VET D.
 

A título de rescaldo, no final desta prova os patrocinadores ofereceram a todos os finishers este grande cabaz, empresas portuguesas e espanholas. Como é possível oferecer estes "regalos" em Espanha, com uma inscrição de 5€?
Bem sei, os nuestros hermanos são muito mais e com um poder económico mais elevado, logo têm que os "mimar", por isso desde que possa correrei em Espanha.

clicar no link para dar acesso a toda a classificação

clicar no link para dar acesso a toda a prova via garmin fénix3

Correr é ESPECTACULAR sigam o meu conselho e curtam a VIDA  a correr!!!

A VIDA PASSA A CORRER!!!

Próxima Prova 10k da Nazaré

sábado, 2 de junho de 2018

5K da Corrida Solidária Nocturna em Talavera La Real

Passados 6 dias do RP em Coruche, foi agora a vez de ir ao estrangeiro realizar uma prova. Desloquei-me a Talavera la Real em Badajoz para fazer de 5k.



O ACPortalegre fez-se representar por cinco atletas - Emílio Paulino, Nuno Rodrigues, Tiago Valério, Bruno Carrilho e Natália Alexandre, também fomos acompanhados pelos arronchenses Vivaldo Tanganho e Abel Flores.


Foi a primeira vez que realizei uma prova com uma distância tão curta.
Quando me meti nisto das corridas, tinha como objectivo máximo o de fazer turismo desportivo e divertir-me a correr.
Efectivamente é o que tem vindo a acontecer. Mas se queremos evoluir nas marcas temos que ir correndo em muitas distâncias curtas e longas porque só assim há uma evolução constante e profícua.
Assim, estas distâncias (as curtas) vão ter que se repetir para a evolução ser consistente. 
No domingo passado corri 10k a uma média de 4´50", hoje fiz 5k a uma média de 4´38".


Step-by-step a evolução acontece, para isso tem que haver FOCO E COMPROMISSO e ser-se disciplinado com o treino.

Correr é ESPECTACULAR sigam o meu conselho e curtam a VIDA a correr!!!

A VIDA PASSA A CORRER!!!


Para história fica a marca, com o RP Record Pessoal em ritmo, assim fiz 5k em 22´43" a uma média de 4´38".
A classificação obtive o lugar 164º /301 classificados no escalão Vet B fiquei no lugar 16º.






clicar no link para dar acesso a toda a classificação

clicar no link para dar acesso a toda a prova via garmin


Correr é ESPECTACULAR sigam o meu conselho e curtam a VIDA a correr!!!

A VIDA PASSA A CORRER!!!

domingo, 27 de maio de 2018

Corrida das Pontes em Coruche - 10k

Um fds depois da final da Taça e dos 10k de Vendas Novas, desta vez foi em Coruche, banhada pela margem direita do Rio Sorraia. 
Corrida da Pontes Integrada na FICOR - Feira Internacional da Cortiça, prova de 10Km em estrada plana, teve início pelas 10.00 horas, partida e chegada no Parque do Sorraia, junto ao Pavilhão Desportivo, tendo como ex-libris a passagem por todas as pontes de Coruche.
A Corrida das Pontes é ‘‘Uma Prova da Liga Allianz Running Record’’.

Mais uma vez foi meu companheiro de correrias o amigo leaozão Vivaldo Tanganho dos seus 58 anos de idade e com uma grande pedalada.


Para esta prova tinha como objectivo fazer uma marca inferior em relação ao fds passado, não seria fácil, a temperatura ambiente era convidativa e sem sol o que era sinal de a atmosfera poder facilitar a obtenção de uma grande marca, o que veio a acontecer.

Consegui, fiz 48´07", com uma média de 4´50".

 Por isso estou SUPER HIPER CONTENTE.

CONSEGUI, YUPI YUPI!!!


Na classificação final obtive o lugar 167.º em 401 classificados.





clicar no link para ter acesso a toda prova via Garmin Fénix 3
https://connect.garmin.com/modern/activity/2730429085


Próxima prova os 10k da Corrida da Nazaré

segunda-feira, 21 de maio de 2018

Corrida de Vendas Novas - 10k

Em dia de final da Taça de Portugal, dia 20 de maio, as ruas de Vendas Novas receberam mais uma Corrida da Cidade, um evento desportivo que já vai na sua 24.ª edição e que este ano aconteceu precisamente no dia em que Vendas Novas celebrou 25 anos como cidade.


Foi uma prova que se iniciou junto do Parque Desportivo daquela cidade, por sinal muito bem localizado, bem cuidado e que teve o seu desenrolar por um circuito em duas zonas distintas da cidade. 
Arronches fez-se representar por quatro atletas, Abel Flores e Vivaldo Tanganho (ambos como individual), Emílio Paulino e Nuno Filipe (ACPortalegre/UTSM).



A prova decorreu sob um clima propício para a prática desportiva com uma temperatura a rondar o cerca de 18 a 20 graus.
Em relação ao percurso ele não foi fácil tendo 2 subidas simples.


Aqui está a gravatinha (prémio) como a apelida o amigo Luís Pinto.


Em relação à minha prestação ela foi muito positiva, no entanto, tinha como meta correr a cerca de 5´-/km. Lugar no escalão 29.º, na geral 244.º com o tempo chip de 50´21´´ 



clicar no link para ter acesso a toda a classificação

clicar no link para ter acesso a toda a prova via garmin
https://connect.garmin.com/modern/activity/2714594490

Próxima prova Corrida das Pontes em Coruche de 10k 

domingo, 22 de abril de 2018

Scalabis Night Race 2018

Depois da Maratona de Sevilha a 25 de fevereiro, cá estou eu de volta às correrias. Foi na capital do Ribatejo em Santarém, apelidada de "Cidade da Liberdade".


Desloquei-me até Santarém com a minha amiguinha, a minha mulher Maria João Rodrigues, que me deu um apoio fantástico, o meu obrigado.
Esta prova já a realizo pela 3.ª vez, a última vez foi em 2016, tendo nessa altura feito a marca de 52´57" .


Do meu clube, ACPortalegre/UTSM fui o único participante (senão estou em erro), com tantas provas que existem a "malta", leia-se atletas ACP, tem que se distribuir por todas as provas, em trail e estrada. 
Desde que posso, participarei sempre com agrado nesta prova, já que as festividades são imensas, desde DJ´s, Ranchos Folclóricos, Tunas, Bandas,. 
Enfim,  uma imensidão de eventos culturais, terminando com uma passagem épica na Escola Prática de Cavalaria, de onde partiu Salgueiro Maia e os seus 240 homens na madrugada de 25 de abril de 1974, sendo a chegada no Jardim da Liberdade, este ano som de uma Banda de Covers dos Queen.


Sobre a prova, ela foi sendo feita com um ritmo ascendente, o primeiro km a uma média de 6´, tal foram os participantes que tive que ultrapassar, já que parti muito atrás. Tinha como objectivo correr a uma média de 5´ e consegui.
Aos 8k de prova encontrei o meu amigo Nuno Lucas, dos Tãlentos Team, tendo sido o meu parceiro de corrida até ao final, onde terminámos a prova de mão dada.


Pese embora o facto, de a semana que antecedeu a prova ter estado impossibilitado de treinar por motivos profissionais e também para dar um certo descanso ao corpo, já que depois da Maratona de Sevilha, comecei com uma "moinha" no joelho esquerdo. 
Em boa hora descansei, já que fui "fresco" para a prova apesar de ter muito poucos km de asfalto, mas arrisquei e consegui. 
Tinha como objectivo correr abaixo dos 5´-/km e ser sub50.

Consegui, alcançando a marca de 49´56" com uma média de 4´59", estou contentíssimo. 


Para a história, fica a classificação do meu escalão VET40 no lugar 282/583, a classificação geral foi 618/2295 com a marca de 49´56" - tempo chip.

clicar no link para acesso a toda a classificação


clicar no link para acesso a toda a prova via Garmin Fénix 3

segunda-feira, 26 de fevereiro de 2018

Zurich Maratón de Sevilla 2018

SEVILLA ME ENCANTA

A sétima Maratona da curta carreira de atleta está concluída. Foi a minha terceira vez aqui em Sevilha. 

A Maratona de Sevilha passou para o lote das Maratonas Mundiais a ter a classificação de OURO pela IAFF, organismo que superintende o Atletismo a nível mundial está equiparado à FIFA em relação ao Futebol.

A Zurich Maratona de Sevilha, organizada pelo Instituto Municipal de Deportes del Ayuntamiento de Sevilla e Motorpress Ibérica, conta com um espetacular percurso, o mais plano da Europa, que percorre os lugares mais emblemáticos da cidade, como a Plaza de España, a Torre del Oro, a Giralda, o Parque de María Luisa ou La Maestranza. 


A Zurich Maratona de Sevilha é perfeita para atingir um grande tempo devido ao seu percurso plano, ao nível do mar e protegido do vento, pelo clima da cidade no final de fevereiro, pelo belo percurso que agora volta à zona histórica e turística com mais público, pelo requintado tratamento ao corredor reconhecido pelos participantes e instituições, e porque Sevilha oferece a todos as condicionantes turísticas para que se viva uma semana única a todos os visitantes.


São estes momentos que devemos preservar, estes momentos em família e que cada vez mais fazem sentido. 
Para esta esta jornada desportiva fiz-me acompanhar da família, eles sim é que se divertem e passeiam, já que o meu divertimento é outro, isto é, um divertimento/sofrimento saudável. Aproveitámos este CityBreak para relaxar, passear e descansar (eles)... e por último fazer desporto. 





Para esta prova o meu clube ACPORTALEGRE/UTSM fez-se representar com 9 atletas; José Moisés; Vitorina Mourato, João Carlos; José Velez; Francisco Costa; Manuel Ceia; Lena Ceia; Pedro Tavares e Nuno Filipe.


Tinha com objetivo principal ser sub4h à Maratona e consegui, "LO EY CONSEGUIDO". Para o alcançar não foi fácil.

Foram 14 semanas a treinar afincadamente;
Foram 5 a 6 treinos por Semana, a correr à semana entre 50 a 100 Km sempre em crescendo;
Foram 2 Meias Maratonas corridas (Malpartida de Cáceres e Cascais)
Foram 2 treinos de 24K;
Foram treinos de Fartlek em estrada;
Foram treinos de rampas em Fartlek;
Foi 1 treino de 28k;
Foi 1 treino de 32K;
Foram treinos de séries de 1k; 2K. Enfim foi uma dedicação extrema sempre com a ajuda do meu Grande amigo o leãozão Vivaldo Tanganho, o meu obrigado a ele.

TREINO DURO COMBATE FÁCIL
Com esta dedicação e empenho só podia dar RP, então a marca foi de 3 H 55´10".

Depois de este objectivo alcançado consigo:
Correr uma prova de 10K a uma média de 5´ ;
Correr uma Meia Maratona a uma média de 5´10" ;
Correr uma Maratona a uma média de 5´30", enfim tenho feito uma grande EVOLUÇÃO !!!


Clicando no link dá acesso a toda a classificação


Eis os tempos e classificações parciais


Clicando no link dá acesso a toda a prova
Aqui está o merecido Diploma


Próxima Prova
Nan Sei!!! (MAS ALGUMA SERÁ)